quinta-feira, 19 de março de 2009

anúncio público XIII - adenda

O B. disse-me à bocado, "Toda a gente tem um blog, toda a gente tem algo a dizer, algo que precisa ser lido, ser visto, ser ouvido. Guess what, não tem".

Não me entendam mal, eu acho que toda gente tem o direito a dizer o que lhe apetece, a ter blogues idiotas e fúteis só porque sim, ou porque não sabem fazer melhor. Não quero saber, não me interessa, porque se não gosto ou não concordo, simplesmente passo à frente. Agora não abusem das pessoas que se expressam de forma original, que não precisam de ir pesquisar nas imagens do google sempre que publicam um post qualquer. Há muita gente que basicamente não tem imaginação, não tem respeito pelo trabalho dos outros e acha normalíssimo utilizar algo que não é da sua autoria para expressar seja o que for que precisa de expressar, sem referir sequer donde tirou a obra que achou que ficava tão bem ao pé do que escreveu.

Citar um texto ou usar uma imagem como suporte ao que queremos dizer não está errado, desde que cumpramos as regras. Não se pode publicar trabalho de outrem num blogue pessoal sem pelo menos referir o autor que o publicou originalmente. Quando eu visito um blogue, deduzo que tudo o que lá está, excepto quando diz o contrário, é da autoria do dono desse sítio. Era a mesma coisa se eu agora decidisse encher a minha dissertação com as palavras exactas de outros autores e não lhes fizesse referência. Chama-se plágio e existem leis contra isso!

Estou desiludida com a blogosfera pela primeira vez. Estou triste por estar a ponderar deixar de partilhar seja o que for na internet. Eu adoro o meu blogue, é meu, tem coisas minhas que gosto que os outros vejam. Sinto orgulho quando alguém que eu não conheço me diz que sente inspirado pelo que eu faço, e que vem aqui todos os dias para ver o que tenho de novo. Sinto orgulho quando os meus amigos me dizem que souberam as novidades por aqui. Há poucas coisas que faço que me fazem sentir assim. É estúpido, é só um blogue parvo com fotos e palavras de uma miúda um bocado desequilibrada. Mas é o meu cantinho, onde podia partilhar o que quisesse.

Se calhar estou a fazer uma tempestade num copo de água, mas descobri outro blogue que postou a mesma foto, e começo a achar que outras devem andam por aí, a reforçar ideias com as quais não concordo ou a ilustrar pensamentos que não são parecidos com os meus. Isto assusta-me. Por isso não me apetece por marcas de água nas minhas fotos, porque não acho que sirva de alguma coisa.

Desculpem o desabafo, mas este blogue, enquanto existir, é meu, e por isso posso dizer o que me vai na alma, na minha alma.

day 218_sunday's end

(ainda por cima nem é uma foto espectacular...)

12 comentários:

Lidia Guedes disse...

É realmente uma vergonha! As pessoas sem escrúpulos também usam internet. Nem sei o que te diga! Mas não queria de todo perder contacto com o teu trabalho que tanto aprecio!

Leonor disse...

Gentinha...

Marta Nunes disse...

Olá Anita,
infelizmente isto acontece, quando não devia acontecer, as pessoas esquecem, quando não deviam esquecer, usam, quando deviam pedir para usar, é uma regra de boa educação... a internet é vasta, mas as coisas descobrem-se, mais cedo ou mais tarde e por isso nada que dois segundos, não resolvam, que é o que demora escrever o nome do autor.

Concordo contigo às vezes dá vontade de "desistir"... mas até lá continuemos a partilhar.

Monisha disse...

Bem amiga nem sei o que te dizer...
Sei perfeitamente que isto acontece e por esse mesmo motivo o meu blog dos trabalhos manuais "parou"! nao estava para ver trabalhos como feitos por outra pessoa.

Eu que te conheço à anos, nao me atrevi a colocar uma foto tua no meu blog, com os devidos créditos, sem a tua autorização, por isso faz-me imensa confusao que "anonimos" o façam!

de qualquer forma nao gostava nada que deixasses este espaço! Apesar de perto é por aqui que vou sabendo as tuas novidades...e adoro o teu trabalho fotografico :) já sabes nao já? ;)

BJs grds com saudade

Carlos disse...

É triste mas, desculpa que te diga, era uma questão de tempo...

O aviso de copyright nunca funciona. É como se fizesses uma exposição com as tuas fotos na rua, metesses um sinal de "não mexer" e depois virasses as costas. Mesmo numa rua tão sossegada como a tua, quanto tempo julgas que iria demorar até desaparecer a primeira?

Num espaço tão público e fora de controlo como a net, uma licença do tipo Creative Commons faz mais sentido. O facto de dares às pessoas a possibilidade de utilizar as fotos mantendo os créditos, irá fazê-las pensar duas vezes em não cumprir as regras. Afinal de contas, não terão nada a perder e tudo a ganhar!

A sério, estuda essa possibilidade.

Buttafly disse...

Já me aconteceu, portanto percebo perfeitamente o que estás a sentir. Já contactaste a pessoa para que colocasse lá no blog dela uma referência para o teu? Seria o mínimo a fazer...

;)

PS - Há gente para tudo...

Kyuubi disse...

Devo dizer-te que tens fotos fabulosas. Não só as fotos mas todo o sentido estético impresso neste blog. Continua, está mesmo fantástico.

Mas confesso que por vezes fico um pouco desiludido com as pessoas. Não te quero julgar, sei que às vezes um dia mau, ou menos bom, altera completamente o ângulo pelo qual analisamos as situações.

Sou-te sincero quando digo que nunca em toda a minha vida conheci uma única pessoa que não tivesse deliberadamente infringido os direitos de autor. Basta uma fotocópia dum livro caro da universidade que até nem queremos pagar por 5 ou 6 páginas, uma música que nos passam para o telemóvel, uma série de TV que até queremos ver mas não podemos porque dá demasiado tarde.

Eu já fiz todas estas coisas e muitas outras mais. E quase apostava que tu também. No entanto, nunca lucrei com o facto de fazer download dum filme, duma série ou duma música, nunca os vendi ou aluguei, nem tão pouco disse aos seus autores que o tinha feito. Mas reconheci-lhes o mérito, e muitas vezes de tal forma que logo que pude comprei a sua obra e ainda a elogiei perante amigos e colegas. Talvez com isto tenha aumentado um pouquinho a minha cultura, talvez de uma forma que não me seria possível se não tivesse passado a linha invisível que divide o i do legal.

Alguém reconheceu na tua foto potencialidade para fazer passar uma mensagem. Fosse esse alguém um Fernando Pessoa renascido qual fénix, seria a tua sensação a mesma, ou sentir-te-ias orgulhosa?

Que este seja o teu maior mal, pois nesse caso estaria eu hoje a congratular-te por seres a pessoa mais feliz do mundo.

Tudo de bom para ti, e desculpa eu o desabafo.

anitacanita disse...

Obrigada a todos pelo apoio :)

Carlos vou ver se trato disso, parece-me a solução mais acertada. :)*

Kyuubi obrigada pelos elogios, estás à vontade para desabafar e desculpa lá não concordar totalmente contigo. Volta a visitar o estaminé quando quiseres (mesmo desiludido), és sempre bemvindo! :)

miguelrr disse...

Este foi o comentário que escrevi em: http://mapassionrouge.blogspot.com/2008/04/sobre-verdade-dos-pijamas.html
Bem este blogue é assutador. Porquê? Não pelos textos, que não li, mas pelo facto de usar imagens para ilustrar ou apenas reforçar esses mesmos textos, mas não menciona nunca os autores dessas fotos, mesmo quando um deles chama a atenção para tal, o que não tinha que fazer.
Pelos vistos não percebeu, por isso faça lá este exercicio - imagine alguém que tira fotos e tem um blogue de fotografia, mas textos..., não tem, não escreve. Então este procura na net textos de outros e publica no seu espaço sem mencionar de quem é o texto. Logo este texto passa por ser meu. Imagine que um dos textos era o seu...
Enfim... Este meu comentário era desnecessário de facto.

miguelrr disse...

...mas a sua postura...

anitacanita disse...

miguel Muito obrigada pela ajuda! Eu quero acreditar a que a dona do blogue ainda não viu os comentários e estava a tentar evitar recorrer ao blogger, mas se calhar vou ter de dizer qualquer coisa...

Q disse...

Anita, é uma situação aborrecida, sem dúvida. Tens sempre a possibilidade de desactivar o rato no blog. Não elimina a possibilidade de cópia mas reduz substancialmente, principalmente para quem copia imagens a partir do google e sem pensar muito nisso nem querer ter muito trabalho.

Algumas dicas aqui: http://templatesedesigns.blogspot.com/2005/05/proteco-de-imagens.html

Ou então, ainda mais simples, quando estás a editar o post, depois de adicionares a imagem, clicas em "Editar em html", e encontras logo no início algo como:

" href="http://3.bp.blogspot.com/_Hx5zbxlcLIE/SXiQ1a6bF0I/AAAAAAAAFQA/NxihXxxE9Mg/s1600-h/flor.jpg"

Se apagares esta parte: http://3.bp.blogspot.com/_Hx5zbxlcLIE/SXiQ1a6bF0I/AAAAAAAAFQA/NxihXxxE9Mg/s1600-h/flor.jpg

deixa de ser possível clicar na imagem.

Espero ter sido útil. :)